Saúde aldeense promove encontro com cuidadores de crianças atendidas no Centro Municipal de Reabilitação

Estratégia busca integração entre a equipe multiprofissional e os familiares de crianças com deficiência física, intelectual e múltipla, TEA e síndromes raras.

O Centro Municipal de Reabilitação de São Pedro da Aldeia desenvolve o trabalho de atendimento às crianças com deficiência física, intelectual e múltipla. Para promover a integração de profissionais e familiares, o Grupo de Acolhimento Pediátrico (GAP) da unidade realizou a primeira reunião de 2023 com cuidadores de crianças com transtorno do espectro autista (TEA) e síndromes raras.

O encontro foi organizado pela Dra. Cecilia Ferreira, psicóloga, Dra. Elaine Matos, fisioterapeuta e psicomotricista, Dra. Lucienne Moura, fisioterapeuta, Dra. Edwania Alves, auriculoterapeuta (PICs – Práticas Interativas e Complementares) e a Dra. Rejane Marques, psicopedagoga, que fazem parte do GAP.

De acordo com a psicóloga Cecília Ferreira, que atua com as crianças com TEA e também com síndromes raras, o grupo de atendimento tem como principal objetivo fortalecer os vínculos entre as famílias e a equipe. “Entendemos que sem essa parceria o objetivo maior não pode ser efetivado, que é o de trazer qualidade de vida para as crianças atendidas em todos os aspectos da ordem emocional, orgânica e escolar”, comentou.

O encontro tratou de temas importantes como a apresentação dos serviços ofertados pelo GAP, oferta de cuidados da equipe aos cuidadores, dicas comportamentais para manter uma boa saúde mental, orientações alimentares e apresentação do plano de trabalho para o ano de 2023, além de uma dinâmica de grupo onde foi trabalhada a necessidade de cada cuidador proporcionar autonomia e segurança para os pequenos.

A Secretaria de Saúde destaca que os serviços ofertados às crianças pelo Centro Municipal de Reabilitação também são extensivos aos cuidadores. São eles auriculoterapia, acupuntura, psicopedagogia, fisioterapia, psicomotricidade, psicologia e fonoaudiologia.

Lucienne Moura ressalta que a fisioterapia pediátrica conta com recursos e técnicas manuais que podem prevenir agravos e tratar quadros instalados de doenças motoras, respiratórias, dentre outras. “O objetivo é proporcionar a independência da criança, para que ela esteja em melhora constante a cada fase do tratamento. Assim, a criança desenvolve habilidades motoras e cognitivas da forma correta e no tempo esperado”, explicou a fisioterapeuta.

A auriculoterapeuta da equipe, Edwania Alves, falou sobre o trabalho. “A técnica de auriculoterapia faz parte da medicina chinesa e está sendo realizada no Centro de Reabilitação por meio das práticas integrativas e complementares, que trabalha pontos de analgesia, ansiedade, insônias e o equilíbrio das emoções em geral, sendo aplicada em adultos, crianças com TEA e outras necessidades, sempre obtendo relatos positivos dos responsáveis e alcançando os objetivos propostos”, disse.

Já a psicopedagoga Rejane Marques destaca que os serviços desenvolvidos pela equipe multidisciplinar são de suma importância para o êxito do usuário. “Cada profissional atua em sua área com o mesmo objetivo, que é o melhor desenvolvimento e qualidade de vida para o usuário do serviço. Uma das especialidades ofertadas pela unidade é a psicopedagogia clínica, onde a profissional analisa os processos cognitivos em atendimento individual e especializado, compreende as questões que podem impactar o aprendizado do indivíduo, auxiliando em seu processo de recuperação da aprendizagem cognitiva. Dessa forma, estimulamos a cognição e a retomada do interesse para os conhecimentos e estudos”, afirmou.

A unidade desenvolve, ainda, a psicomotricidade, que trabalha questões no desenvolvimento, buscando entender e exercitar as relações entre habilidades cognitivas, motoras e emocionais de forma a integrar todas as funções.

O Centro Municipal de Reabilitação de São Pedro da Aldeia presta serviços especializados de fisioterapia, fonoaudiologia, psicologia, recursos aquáticos e psicopedagogia. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na Rua Hermógenes Freire da Costa, nº 21, no centro da cidade.

Seu cadastro foi realizado

Mais informações serão enviadas para o e-mail que foi cadastrado 

Agradecemos por participar do Censo LGBTQIA+

As informações coletadas serão importantes para quantificar a demanda de atendimento por parte da Secretaria de Assistência Social para a população LGBTQIA+

Se você deseja fazer um agendamento para atendimento com a nossa coordenadoria LGBTQIA+ Clique Aqui