Alunos da Escola M. de Educação Especial participam de atividades em comemoração ao Dia Nacional do Surdo

Em alusão ao Dia Nacional do Surdo, celebrado nesta quinta-feira (26), e ao mês Setembro Azul, os alunos com deficiência auditiva da Escola M. de Educação Especial Pedro Paulo Lobo de Andrade (EMESPP) participaram de uma programação diferenciada, na última terça (24) e quarta-feira (25). O evento foi uma iniciativa das professoras Letícia Lima e Ana Cláudia de Sá.  

Foto: Lílian Souza
Foto: Lílian Souza

No primeiro dia de atividade, os estudantes participaram de uma festa, realizada na sede da unidade escolar. Foi feita uma sessão de cinema com a exibição dos filmes “A Bela e a Fera” e “O gato Viriato”, com legendas de acessibilidade em libras, com direito a pipoca, bolo e cachorro quente.

Foto: Lílian Souza
Foto: Divulgação | SEMED

Houve, ainda, uma palestra sobre a importância do Dia Nacional do Surdo, ministrada por Márcia Mendonça, mãe do jovem Samuel Mendonça, que também é surdo. A apresentação em libras da música “A Paz”, feita pelos próprios estudantes, também fez parte da programação.

Foto: Lílian Souza
Foto: Divulgação | SEMED

Segundo o orientador educacional, Diogo Souza, o momento foi muito importante para estreitar a identidade dos alunos. “Os nossos estudantes ficam muito em contato com os ouvintes e pouco em contado com outros surdos. Essa união dá uma força para cultura surda, faz com que eles se sintam parte de um contexto. Isso é importante para dar um espaço a eles e também para que tenham essa identidade surda preservada e, principalmente, reavivada”, destacou.

Foto: Lílian Souza

No segundo dia de atividade, os estudantes participaram do III Encontro Educação dos Surdos, no Teatro Municipal de Araruama, com os profissionais do Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES). O evento abordou a temática: “Práticas educativas na inclusão de surdos: Um olhar desafiador”. Após o encontro, os alunos finalizaram as atividades com um passeio ao fast-food local.  

Foto: Divulgação | SEMED
Foto: Divulgação | SEMED

“Foi uma tarde muito gratificante para todos, tudo muito bem organizado onde o objetivo maior foi proporcionar a importância da inclusão das pessoas com deficiência auditiva. Eles aproveitaram muito esse momento, principalmente por estarem entre eles”, disse a psicopedagoga Eloísa Andrade. As atividades foram coordenadas pelos profissionais da direção, da Orientação Educacional, da Supervisão Pedagógica, da equipe técnica e dos professores das turmas.

Foto: Divulgação | SEMED
Foto: Divulgação | SEMED

Comentários estão desabilitados

Fechar Acessibilidade