Alunos do bairro Estação visitam pontos históricos de São Pedro da Aldeia

Os alunos do 3º ano da Escola M. Profª Carolina Nazareth Teixeira Pinheiro, do bairro Estação, participaram de uma programação especial, na tarde da última terça-feira (17). A atividade reuniu cerca de 50 estudantes e promoveu visitas à Casa da Flor, Igreja de São Pedro e Praça Dr. Plínio de Assis Tavares, a Praça do Canhão, entre outros pontos. A dirigente de turno, Deise Parada Thompson, e as professoras das turmas, Sabrina Lagares e Carla Regina Toledo, acompanharam a iniciativa.  

Foto: Lílian Souza
Foto: Lílian Souza

A aula passeio teve por objetivo enriquecer o processo ensino-aprendizagem, despertando nos alunos um olhar crítico ao passado e a importância de preservação da história, para, assim, entenderem o presente e planejarem o futuro.

Foto: Lílian Souza
Foto: Lílian Souza

A professora Carla Regina Toledo falou sobre a atividade extraclasse. “Foi feita uma sequência didática, onde trabalhamos as disciplinas Geografia, Ciências, História e Português. Os alunos vão redigir o que aprenderam no passeio, além de observarem todo material de reciclagem na Casa da Flor, a história do município e as localizações com os bairros visitados. A atividade foi muito importante, os estudantes tomaram conhecimento da história da cidade onde moram”, explicou.

Foto: Lílian Souza

O circuito promoveu visitas à Casa da Flor, no bairro Parque Estoril, ao Coreto, Monumento dos Índios, Cemitério da Irmandade, Igreja de São Pedro, Praça do Canhão e ao obelisco com as datas de fundação, todos no Centro.

Foto: Lílian Souza
Foto: Lílian Souza

O estudante Otto Teixeira, de oito anos, falou sobre o passeio. “Achei tudo bem legal, conhecer um pouco mais da história da cidade foi maneiro. Já conhecia alguns lugares que visitamos e outros não. Estamos estudando sobre a Casa da Flor e ter ido lá vai me ajudar nos trabalhos da escola”, disse.

Foto: Lílian Souza
Foto: Lílian Souza
Foto: Lílian Souza
Foto: Lílian Souza

Após o passeio, os estudantes fizeram um trabalho relatando o aprendizado adquirido com a atividade. Na ocasião, eles ouviram histórias sobre a criação da Casa da Flor, sobre a vida do criador do local, Gabriel Joaquim dos Santos, observaram as datas importantes para o município no obelisco. O setor de Transporte da Secretaria de Educação auxiliou no deslocamento dos alunos. 

Comentários estão desabilitados

Fechar Acessibilidade