Atalhos de Acessibilidade


Rumo aos 400 anos de São Pedro da Aldeia

Prefeitura de
São Pedro
da Aldeia

Você está em:   Skip Navigation Links

Sala de Imprensa

Notícias

Catadores de São Pedro da Aldeia conhecem futura sede e vantagens da associação
RSS
Por Renato Silveira em 22/08/2013

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, através da Secretaria de Ambiente, Lagoa e Pesca; da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer; da Secretaria de Assistência Social, Direitos Humanos e Habitação e da Secretaria de Agricultura, Abastecimento, Trabalho e Renda, reuniu nesta quinta-feira (22),no Horto Escola Municipal, os catadores aldeenses como o objetivo de mostrar as vantagens da criação de uma associação e ou cooperativa e mostrar a  futura sede provisória, em uma das salas do Horto Escola. Participaram também da reunião o  Governo do Estado, através do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), o Governo Federal, através da Marinha do Brasil e a Associação Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis. A fundação da associação ou cooperativa (o assunto está sendo estudado pelo departamento jurídico) acontecerá em setembro.

 

 A secretária do Ambiente abriu a reunião falando para os catadores sobre as vantagens do trabalho em conjunto.

“Já reunimos com vocês (catadores) em outras ocasiões e estamos aqui para mostrar que o trabalho unido será bem mais proveitoso. A Prefeitura, pela Lei Nacional dos Resíduos Sólidos, tem de implantar a coleta seletiva no município até 2014 e vocês, como cooperativa ou associação, poderão ser contratados pelo governo para fazer esse serviço” anunciou a secretária, lembrando também que os Serviços Públicos disponibilizarão um caminhão duas vezes por semana para a futura entidade dos catadores.

 

O secretário de Educação, Evaldo Bittencourt, além de ceder a sala do,  Horto Escola para a futura sede da associação e /ou cooperativa, anunciou que todo o lixo escolar poderá ser encaminhado para os catadores organizados.

“Hoje já trabalhamos a idéia da separação do lixo nas escolas, através da educação ambiental e esse material pode ter destino certo, que será a cooperativa ou associação” afirmou o secretário.

A representante da Secretaria de Assistência Social, Cláudia Brasil, alertou para a necessidade da inscrição no Cadastro Único, em qualquer Cras do município ou na sede da Secretaria.

“As vantagens do cadastramento, ao contrário do que muita gente pensa, não se restringem ao Bolsa Família. Há também muitos outros programas em que os catadores podem ser inseridos” explicou.

 

O secretário de Agricultura, Dimas Tadeu, lembrou a situação dos agricultores, que tiveram de se unir para  que o lucro retornasse.

“Cada vez eram menores as áreas plantadas em São Pedro da Aldeia. Hoje, os agricultores do assentamento rural se uniram em associação e vendem para a merenda escolar. Temos esse exemplo. A nossa secretaria também pode auxiliar na questão da organização trabalhista da cooperativa ou associação” disse ele.

 

Através do Inea, os catadores também receberam a promessa de auxílio na organização e no cumprimento da lei que obriga o governo estadual a separar os resíduos sólidos e doar para associações de catadores, mesma situação da Marinha do Brasil, que segundo o seu representante no encontro, libera dois caminhões de resíduos diariamente e que, a partir da organização dos catadores, doará o material para a entidade e que o Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e outros órgãos da administração federal que funcionam na cidade, também farão o mesmo.

A próxima reunião, que acontecerá em setembro, terá o objetivo da fundação da associação ou cooperativa e acontecerá na sede provisória, no Horto Escola.

 


  • Valid XHTML 1.0 Transitional
  • Selo de Acessibilidade - DaSilva
Desenvolvido por NPI Brasil Rua Marques da Cruz, 61 - Centro / (22) 2621-1559
CEP: 28941-086