Semana de Educação Inclusiva é sucesso em São Pedro da Aldeia

A VI Semana de Educação Inclusiva de São Pedro da Aldeia, que promoveu atividades especiais em escolas municipais e no Centro de Formação Continuada, foi um sucesso. Finalizada na quinta-feira (24), com a participação de 151 cursistas, a iniciativa abordou o tema “Por uma escola e um mundo para todos”. O evento foi uma realização da Secretaria de Educação, por meio da Coordenação de Educação Inclusiva.

Foto: Divulgação | SEMED

Do dia 22 a 24 de outubro, foram realizadas formações continuadas para professores, equipe diretiva, supervisores pedagógicos, orientadores educacionais, inspeção escolar e cuidadores de alunos especiais da Rede Pública Municipal. Os encontros aconteceram no CEFOR.

Foto: Lílian Souza

A programação ofereceu diversas oficinas, com as temáticas “Autismo: o que sabemos e o que ainda precisamos saber”, “Diversidade, Inclusão e Resiliência”, “Reconhecendo os transtornos comportamentais no âmbito escolar” e “Desenvolvendo habilidades do aluno com deficiência intelectual”.

Foto: Lílian Souza

A coordenadora do setor, Simone Soares, explicou a proposta. “Foram realizados dois momentos: o dia das ações nas escolas municipais, com o envolvimento não apenas de alunos especiais, mas de todos, por isso são atividades de práticas inclusivas, onde cada unidade escolar desenvolveu ações de acordo com a sua proposta pedagógica; e a parte de oficinas, formação, prática pedagógica e troca de experiência entre os profissionais da educação”, disse.

Foto: Lílian Souza

O objetivo do evento foi fomentar o processo de inclusão de alunos com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento, altas habilidades/superdotação. A iniciativa buscou oportunizar diálogos, reflexões e trocas de experiências sobre práticas pedagógicas inclusivas na Rede Municipal de Ensino.

Foto: Divulgação | SEMED

A cuidadora de aluno especial da E. M. Luiza Terra de Andrade, Ana Beatriz Amorim, falou sobre a programação. “A semana foi muito importante, porque todo mundo tem que aprender um pouco mais. Exercemos um trabalho que necessita de uma atenção e sabedoria maior. Procuramos sempre aprimorar o nosso conhecimento, espero que venham mais capacitações como essas”, declarou. 

Foto: Lílian Souza
Fechar Acessibilidade