Vagas para o Projeto Defesinha 2020 esgotam em menos de duas horas

Pais e responsáveis de crianças e jovens com idade entre 04 e 14 anos, se reuniram nesta quarta-feira (18), na Praia do Centro de São Pedro da Aldeia, para garantir a inscrição no Projeto Defesinha. A procura da população foi grande e as 300 vagas oferecidas para o Verão 2020 esgotaram em menos de duas horas, destacando a força do projeto educacional da Defesa Civil aldeense. No ato da inscrição, foram arrecadados 354 sachês de leite em pó, que serão entregues a instituições do município. As atividades do projeto serão realizadas entre 06 e 30 de janeiro e irão contar com o apoio de monitores voluntários.

Pais e responsáveis fazem fila no Centro de Informações Turísticas
Foto: Renato Fulgoni

O coordenador-geral da Defesa Civil, Marcus Dothavio, destacou o apoio e a confiança que o poder público, a iniciativa privada e os pais dão ao projeto educacional. “Nós ficamos um pouco surpresos pela quantidade de pais e responsáveis na fila desde cedo; isso nos deixa ainda mais motivados para promover um projeto cada vez melhor e isso é motivo de muito orgulho, a responsabilidade aumenta. Hoje, o Defesinha é um projeto do município de São Pedro da Aldeia, mas virou referência para a região. Já temos muitas novidades e novos passeios. Das nossas 300 vagas, direcionamos de 10 a 20% para crianças especiais, porque tivemos uma grande procura e o principal objetivo do projeto é a inclusão”, salientou.  

Inscrições para o Projeto Defesinha – Verão 2020
Foto: Renato Fulgoni

A fila no Centro de Informações Turísticas, onde foram feitas as inscrições, começou a se formar já de madrugada. Moradora do bairro Balneário, Isabela dos Santos foi a quarta pessoa a fazer a inscrição do filho de 14 anos. “Meu filho gosta de participar, fica todo empolgado; entra outubro e ele já começa a perguntar quando vai ser o Defesinha. É muito bom ter esse incentivo para as crianças e jovens hoje em dia, é uma pena que ano que vem ele não possa participar mais. Cheguei aqui às 5h para garantir a vaga”, comentou. 

Pais e responsáveis fazem fila no Centro de Informações Turísticas
Foto: Renato Fulgoni

As crianças e jovens participantes serão divididos entre os grupos “Defesinha”, para crianças entre 4 e 8 anos de idade; “Defensores”, de 9 a 11 anos, e “Protetores”, que reúne os alunos de 12 a 14 anos de idade. As crianças e jovens participarão de atividades diversificadas, como reflorestamento de área degradada, visitas a instituições públicas da região e passeios em outros municípios.

Secretário de Governo, Eronildes Bezerra, acompanha início das inscrições
Foto: Renato Fulgoni

Moradora do bairro Estação e segunda da fila de inscrições, Tânia Gonçalves garantiu a vaga do neto Miguel, de seis anos de idade. “Cheguei cedo, porque o Miguel me cobra todo dia. Sempre que passamos na beira da Lagoa, ele lembra do Defesinha. Ano passado ele não conseguiu participar, mas esse ano eu consegui fazer a inscrição. O projeto é muito bonito e importante, as crianças aprendem muitas coisas que vão levar para a vida toda. Eu aprovo a iniciativa”, declarou.

Sachês arrecadados no ato da inscrição
Foto: Divulgação | Defesa Civil

Entre os principais objetivos do projeto educacional da Prefeitura de São Pedro da Aldeia estão proporcionar aos participantes atividades de cidadania e promover cultura, integração e inclusão social. O encerramento, com formatura, está previsto para acontecer no dia 30 de janeiro.

Fechar Acessibilidade