Casa da Cultura inaugura exposição de arte surrealista nesta segunda-feira (12)

Mostra assinada pela artista plástica Marina Ribeiro reúne pinturas e instalações que buscam instigar a reflexão sobre o ser humano e a alienação

A Casa da Cultura Gabriel Joaquim dos Santos, em São Pedro da Aldeia, inaugura, nesta segunda-feira (12/09), a partir das 9h, a exposição de arte surrealista “Colorido Dolorido”. A mostra é assinada pela artista plástica Marina Ribeiro e reúne mais de 30 peças, entre quadros, desenhos, objetos, pinturas a óleo e instalações com manequins, que buscam instigar a reflexão sobre o ser humano e a sensação de alienação no mundo. O evento é fruto de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Cultura e a empresa Casa dos Azulejos Produções Artísticas e Culturais. A visitação gratuita poderá ser feita até o dia 30 de setembro, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.

Inspirada no surrealismo, movimento artístico nascido na Europa no início do século XX, e em suas próprias vivências, Marina Ribeiro apresenta ao público aldeense parte de seus trabalhos confeccionados a óleo sobre tela, técnicas mistas e desenhos de nanquim, cheios de cores, cenários oníricos e metáforas sobre a condição humana e a sociedade contemporânea. “Entre ‘lixos’, vivências, dores e visões, tudo é ressignificado em forma de arte. A partir do momento que o visitante adentra a exposição, tudo pode já não mais fazer sentido e ao mesmo tempo o levar a lugares nos quais ele já esteve. A ideia é despertar estranheza nos sentidos e, principalmente, a reflexão diante do desconhecido”, conta a artista.

Exposição reúne obras de arte inspiradas no movimento surrealista
Fotos:
Raíra Morena/Divulgação PMSPA

Com curadoria de Fabiano Aciolly, a exposição é livremente inspirada no texto da peça teatral “Pode ser que seja só o leiteiro lá fora”, do renomado escritor gaúcho Caio Fernando Abreu. A obra, escrita no início da década de 70, fala sobre a sensação de alienação crescente no mundo e do papel fundamental da arte na vida das pessoas.

Parte das obras em exibição na Casa da Cultura vão compor o cenário da nova montagem da peça, que tem estreia marcada para novembro deste ano, com direção de Nelson Yabeta, que também assina a produção da mostra. “A nossa proposta é promover a arte surrealista em São Pedro da Aldeia, através do trabalho de uma jovem e talentosa artista da Região dos Lagos, que estabelece por meio de suas obras um diálogo artístico com a montagem da peça teatral, também de linguagem surrealista e escrita por um dos maiores autores brasileiros do século XX”, destacou Nelson, fundador da Casa dos Azulejos Produções Artísticas e Culturais.

Sobre a artista

Marina Ribeiro é artista plástica manauara graduada em Artes no interior de São Paulo, atuante há mais de 10 anos na área das Artes Visuais. Residente na Região dos Lagos há seis anos, hoje a artista usa o codinome de Egípcia e a sua maior influência é o movimento surrealista. Em Cabo Frio, Marina já realizou exposições coletivas e individuais no Charitas, foi residente na Galeria Torres do Cabo por quase dois anos e agora faz sua estreia como artista expositora na Casa da Cultura de São Pedro da Aldeia.

A artista plástica Marina Ribeiro assina a exposição deste mês na Casa da Cultura
Foto:
Arquivo pessoal/Divulgação

A Casa da Cultura Gabriel Joaquim dos Santos fica localizada na Avenida Francisco Coelho Pereira, nº 255 – Centro.

Seu cadastro foi realizado

Mais informações serão enviadas para o e-mail que foi cadastrado 

Agradecemos por participar do Censo LGBTQIA+

As informações coletadas serão importantes para quantificar a demanda de atendimento por parte da Secretaria de Assistência Social para a população LGBTQIA+

Se você deseja fazer um agendamento para atendimento com a nossa coordenadoria LGBTQIA+ Clique Aqui