Serviços

Outubro Rosa é celebrado em ação conjunta entre secretarias

Ação promovida em parceira entre as secretarias de Educação, Saúde e Assistência Social realizou coleta de preventivo e prescrição de exames voltados à saúde

Mais uma ação de conscientização da importância do controle do câncer de mama foi realizada na manhã desta sexta-feira (22). O evento intersetorial, promovido pelas Secretarias de Educação, Saúde e Assistência Social, contou com momentos de reflexão, empatia e emoção entre servidoras e palestrantes. Além da transmissão de mensagens sobre autocuidado e valorização da saúde, foi realizada a coleta de preventivo e prescrição de exames voltados à saúde feminina, de forma totalmente gratuita.

Abrindo o evento, uma das principais idealizadoras, a coordenadora de Educação Preventiva, Maria Regina Rosa, falou do sucesso e da grande procura que houve após o anúncio do mutirão de coletas. “Para nós, foi uma surpresa quando vimos a lista com tantas mulheres com o desejo de realizar os exames. Toda essa parceria entre secretarias, só mostra a força que o município está demonstrando em relação a uma luta tão séria e que merece nossa atenção. Iremos continuar a ação na próxima sexta, devido a grande quantidade de solicitantes”, anunciou.

Representando a Assistência Social, a diretora de Direitos Humanos, Luciana Oliveira reforçou o bom resultado do trabalho realizado entre as secretarias. “A parceria entre secretarias se faz necessária para termos um trabalho mais fluido e completo. Não seria diferente em relação as ações de Outubro Rosa. Trabalhamos em conjunto para conseguirmos atingir o maior número de pessoas com mensagens de autocuidado, amor e saúde. Hoje, contamos e agradecemos a presença das nossas mulheres que estão sendo auxiliadas pelo CRAS”, pontuou.

Também estiveram presentes na ação, a subsecretária de Educação, Katia Santana Moreno;  as ginecologistas, Isaura Maria Silva de Oliveira e Izabel Cristina dos Santos Teixeira; a bailarina, Larissa Souza, e as integrantes da Associação Amigas da Mama, Rose Terto e Cláudia Fernanda Dias, que contou brevemente a história da associação que acolhe cerca de 40 mulheres em processo de tratamento contra o câncer de mama em São Pedro da Aldeia.

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de mama ocupa a primeira posição em mortalidade por câncer entre as mulheres no país. No Brasil, as maiores taxas de incidência estão nas regiões Sul e Sudeste. Quando descoberto precocemente, as chances de cura podem alcançar até 95%, quando o tumor apresenta menos de um centímetro.

Imagem: SEMED/SPA

Agradecemos por participar do Censo LGBTQIA+

As informações coletadas serão importantes para quantificar a demanda de atendimento por parte da Secretaria de Assistência Social para a população LGBTQIA+

Se você deseja fazer um agendamento para atendimento com a nossa coordenadoria LGBTQIA+ Clique Aqui