A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio das secretarias de Saúde e de Agricultura, Abastecimento, Trabalho e Renda, levou diversos atendimentos sociais para a população do bairro Campo Redondo, em apoio ao projeto “Além dos Muros”, promovido pela Igreja Evangélica Congregacional de Campo Redondo. Como parte da contribuição do Poder Público Municipal, foram oferecidos serviços, como aplicação de flúor, vacinação contra a gripe e distribuição de mudas de plantas. Mais de 300 pessoas participaram da ação social.



O secretário de Agricultura, Abastecimento, Trabalho e Renda, Dimas Tadeu, destacou o apoio dado a projetos sociais realizados no município. “Nós, como órgão público, procuramos sempre dar apoio a ações sociais como essa, junto às igrejas, associações de moradores e entidades sociais instaladas no município. Trabalhamos nesse formato de parceria com o objetivo de fortalecer as ações e os atendimentos em prol da população”, destacou.



A programação incluiu atendimentos da Fundação Leão XIII, que realizou o trabalho de encaminhamento para a emissão gratuita de documentos. Durante a ação, foram feitos 49 despachos para 2ª via da carteira de identidade; 34, entre 2ª via de certidão de nascimento e 2ª via de certidão de casamento; e 4 habilitações de casamento. Já o serviço de aplicação de flúor, ministrado pelo coordenador de Saúde Bucal do município, Marconi Freire, atendeu 40 pessoas.



“O projeto ‘Além dos Muros’ representa um esforço da Igreja, juntamente com diversos profissionais liberais e órgãos públicos, de minimizar algumas necessidades de nossa população carente.  Sabemos que o esforço feito representa ‘uma gota em um oceano’ face às carências de nossa comunidade, mas estamos felizes porque estes gestos simbólicos representam atitudes de amor, conforme aprendemos como o Salvador Jesus. Agradecemos a todos aqueles que nos ajudaram nesta empreitada”, destacou o pastor Álvaro Marinho Neto.



Em apoio ao projeto social, 60 espécies foram doadas pela Secretaria de Agricultura. Ao longo da mobilização, os participantes puderam adquirir, gratuitamente, mudas de diversas espécies ornamentais e frutíferas, como cajá, palmeira, azeitona doce, jambo, ipês e outras. A distribuição das plantas foi coordenada pela subsecretária de Agricultura, Vanilda Teixeira.



O projeto social ofereceu, ainda, atendimentos médicos, bazar popular, com venda de roupas por R$ 3, corte de cabelo e escova, além de aferição de pressão sanguínea e glicose.


]]>

Deixe um comentário

Fechar Acessibilidade