Projetos da Defesa Civil de São Pedro da Aldeia são destaques em seminário de redução de riscos de desastre

O município de São Pedro da Aldeia é um dos destaques do 1º Seminário Técnico-científico de Redução de Riscos de Desastres da cidade do Rio (1º RRD Rio), promovido pela Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil da capital fluminense. Os projetos “Comunidades Preparadas” e “Escolas Preparadas”, da Defesa Civil aldeense, foram selecionados para apresentação durante o evento, nesta terça (09) e quarta-feira (10), respectivamente. As iniciativas buscam promover um trabalho de prevenção tanto nas comunidades escolares, envolvendo alunos, professores e funcionários, quanto nas comunidades em áreas de risco do município.

Projeto “Escolas Preparadas” – Foto: Renato Fulgoni

O prefeito Cláudio Chumbinho falou sobre o trabalho realizado pelo órgão. “O trabalho de prevenção que a Defesa Civil faz durante esses projetos é mais um grande passo em direção ao nosso objetivo de tornar São Pedro da Aldeia uma cidade cada vez mais resiliente, que promove uma gestão responsável do risco de desastres. Acompanho o trabalho dos agentes com muita alegria, nosso município é referência em toda a região devido as ações realizadas”, salientou.

Projeto “Comunidades Preparadas” – Foto: Renato Fulgoni

De acordo com a organização, o 1º Seminário RRD Rio reúne mais de 700 pesquisadores, especialistas e estudantes de vários estados do país. Para as apresentações em pôsteres, os trabalhos técnico-científicos baseados nos projetos aldeenses, “Comunidades Preparadas: Um caso de sucesso em São Pedro da Aldeia” e “Projeto Escolas Preparadas, prevenção no presente, com um olhar para o futuro”, foram aprovados por uma comissão científica. O município aldeense é o único representante da Região dos Lagos no evento.  

Projeto “Escolas Preparadas” – Foto: Renato Fulgoni

Para o diretor da Defesa Civil e idealizador dos projetos, Marcus Dothavio, a participação no Seminário prova o potencial da cidade na área de redução de riscos de desastres. “Ter os nossos dois projetos aprovados para esse Seminário é motivo de orgulho. Nós estamos fazendo esse trabalho há muito tempo e ter esse reconhecimento pela Defesa Civil da cidade do Rio de Janeiro, que hoje é referência no Estado, nos deixa muito felizes. O diferencial dos dois projetos é que nós realizamos uma pesquisa nas escolas e nas comunidades para pensar em uma nova metodologia que se atualize ao cotidiano dos participantes; fazemos entrevistas para abortar os temas que realmente necessitam desse trabalho de prevenção”, destacou.

Projeto “Comunidades Preparadas” – Foto: Renato Fulgoni

O projeto “Comunidades Preparadas” busca ampliar o conhecimento da população em todas as etapas da gestão de risco, principalmente a prevenção, e capacitar os moradores para ações de preparação e resposta a desastres. As palestras são ministradas por uma equipe multidisciplinar, formada por profissionais como engenheiro florestal, técnico de segurança no trabalho, enfermeiros, profissionais de proteção e Defesa Civil, entre outros. Até o momento, cerca de 200 moradores já foram capacitados pela iniciativa.

Projeto “Escolas Preparadas” – Foto: Renato Fulgoni

Já o “Escolas Preparadas” é uma proposta da Defesa Civil de São Pedro da Aldeia que visa melhorar a percepção riscos e preparação da comunidade escolar para qualquer eventualidade, além de possibilitar a redução de ocorrências nas escolas por meio da mudança de hábitos. Entre as ações do projeto estão palestras sobre suicídio, bullying, primeiros socorros, acidentes domésticos, descarte de lixo, combate a incêndio e o “Simulado de Evacuação de Abandono de Escolas”.

Projeto “Comunidades Preparadas” – Foto: Renato Fulgoni

Os dois projetos são realizados com o apoio do Portal Defesa Civil, que participa ativamente dos encontros. “O Portal busca, através de seus projetos, contribuir para o crescimento e o fortalecimento dos órgãos municipais de proteção e defesa civil. Nós temos diversos temas para serem abordados nesses eventos e neste, especificamente, inscrevemos o Comunidades Preparadas e o Escolas Preparadas pois ambos projetos são voltados para a transformação comunitária e tem como base a redução do risco de desastres”, afirmou o presidente do Portal, Denis Veneno.

Projeto “Escolas Preparadas” – Foto: Divulgação | Defesa Civil

Comentários estão desabilitados

Fechar Acessibilidade